Os Suspeitos (2013)

Padrão

Os SuspeitosOs Suspeitos está entre os cinco indicados ao Oscar de Melhor Fotografia esse ano mas esse é o menor dos motivos que me levaram a assistí-lo. Ostentando (atualmente, tudo resume-se a ostentação rs) uma impressionante nota 8,1 no IMDB e responsável por uma das maiores campanhas “boca-a-boca” de 2013, o filme do diretor Denis Villeneuve (Incêndios), apesar de contar com um cast estrelado, alcançou seu lugar sob os holofotes principalmente devido a seu roteiro que recicla elementos clássicos do gênero de suspense em uma daquelas histórias que nos prendem como o inferno.

Em uma tarde fria e chuvosa, duas famílias amigas preparam-se para o Dia de Ação de Graças. Keller (Hugh Jackman) e sua esposa juntam-se a Franklin (Terrence Howard) e Nancy (Viola Davis) em sua casa para o jantar. Enquanto os adultos bebem, comem e contam piadas, as crianças correm e brincam pelo lugar. Anna, filha de Keller, sente falta de um apito que ela havia perdido em casa e convida sua amiguinha Joy para ir procurá-lo. Com a autorização dos pais, elas partem prometendo voltar logo. O jantar termina, Keller e a esposa voltam para casa e só então eles percebem que as crianças não haviam retornado. Esgotadas as buscas nos locais óbvios e próximos, a polícia é acionada e o desespero toma o coração de todos.

Os Suspeitos - Cena 6Dentre todas as questões que Villeneuve desenvolve, a que mais me incomodou foi a da fragilidade familiar. Keller é um homem religioso e um pai de família feliz. Ele é apresentado para o espectador rezando o Pai Nosso e interagindo bem com a esposa e os filhos. Por coisas que são faladas logo no início da trama, é possível deduzir que a situação financeira deles não é das melhores, mas tudo que acontece posteriormente no jantar dá a entender que todos ali vivem uma vida satisfatória. Nessas condições, portanto, qualquer um teria dificuldades para imaginar algo capaz de destruir o núcleo familiar. Somente algo avassalador seria capaz de perturbar a fé e a paz daquele homem honesto e temente a Deus, certo?

Ao que tudo indica, Anna e Joy foram sequestradas. Interrogado, o filho mais velho de Keller diz que viu as meninas brincando próximas a uma van. A polícia, chefiada pelo Detetive Loki (Jake Gyllenhaal) até consegue localizar o tal veículo mas Alex (Paul Dano), o motorista, é um adulto que sofre de uma espécie de retardo mental, uma pessoa que, eles concluem, seria incapaz de fazer mal para os outros. Diante da falta de evidências, Alex é liberado para ir para casa. Furioso por estar certo de que o rapaz é o responsável pelo sequestro, Keller pede para que Loki volte a prendê-lo e, diante da recusa do detetive, decide fazer justiça com as próprias mãos.

Os Suspeitos - Cena 4Os Suspeitos é um ótimo filme de suspense envolvendo a temática do serial killer e a ciência forense. Usando o sequestro como ponto de partida, Villeneuve nos conduz para o centro das sempre emocionantes investigações policiais que procuram desvendar um crime e prender o criminoso. Fãs de filmes como O Silêncio dos Inocentes, O Colecionador de Ossos e Zodíaco sentirão-se em casa, há uma boa quantidade de reviravoltas na trama provocadas pela descoberta de novas provas que levam Loki a reinterpretar certos acontecimentos e suspeitar de novos personagens. Pessoalmente, gosto muito desse tipo de cenário e fiquei satisfeito com o que vi, mas o que me prendeu pra valer foram as provações enfrentadas por Keller.

Eu nutro uma espécie de antipatia pelo Hugh Jackman devido aos filmes do Wolverine, mas devo reconhecer que o cara é um bom ator. Empregando uma carga emocional semelhante àquela que pode ser vista no Os Miseráveis, Jackman definha psicologicamente na frente do espectador quando percebe que a filha foi sequestrada. Acusado (injustamente, diga-se de passagem) pela mulher de não ter conseguido proteger a família, Keller recorre a medidas desesperadas para reaver a criança, e a primeira delas é passar por cima da própria fé e valores morais para arrancar uma confissão de Alex. Diante dos olhos cheios de dúvida do amigo Franklin, ele encarcera o garoto em uma casa abandonada e interroga-o brutalmente. As cenas, que não raramente são difíceis de assistir devido a combinação dos excelentes trabalho de direção e maquiagem, nos levam de volta a velha, porém atualíssima questão, sobre o quão longe vale a pena ir para reparar uma injustiça ou mal sofrido. Tentando encontrar a filha sequestrada, Keller também sequestra alguém, paga o mal com o mal e, agindo apenas com base na emoção, destrói-se completamente.

AE20SCPRISONERSDo outro lado, temos o racional e cético Loki. Agindo de forma fria e procurando cumprir o que está escrito na lei, o policial não dá o devido valor aos gritos de desespero de Keller e isso acaba colocando um baita peso em sua consciência quando, posteriormente, as coisas tomam um rumo inesperado. Villeuve expõe a fragilidade da fé e da unidade familiar ao mostrar Keller vacilando em suas orações e brigando com a esposa e o filho, mas, em contrapartida, também mostra que a objetividade da ciência e do ceticismo também podem igualmente destruir uma pessoa diante de um acontecimento para o qual uma única visão de mundo não dará conta de todas as respostas.

Os Suspeitos - Cena 3Aí, depois de 02h30min, a trama revela a sua tão esperada conclusão e, como o que acontece parece ter dividido bastante a opinião de quem viu, coloco aqui o aviso de **SPOILERS** para dizer o que eu achei. Caras, como um filme que estava indo tão bem pode ter um final tão equivocado como aquele? É bacana a idéia cíclica de que o apito da Anna acabe salvado Keller, mas a forma como ela foi executada é extremamente improvável. Sem viajar muito, me pergunto o porque do personagem não ter soprado o apito antes ou, pior ainda, como ele o fez tão somente quando Loki estava ali, sozinho, na cena do crime. Não sabemos, para dizer que ele deveria ter morrido de fome ou sede, quanto tempo passa-se entre o momento em que ele é preso no buraco até o instante mostrado no final, mas podemos deduzir que foi um longo período, já que Anna aparece parcialmente recuperada e os trabalhos dos policiais estão em um estado avançado na cena do crime. Acredito que o final seria muito mais coerente se Keller, tal qual o pai adotivo de Alex, morresse lá como punição por seus crimes, ainda que, obviamente, o que eles fizeram sejam coisas distintas.

Os Suspeitos - Cena 5Os Suspeitos é um desses suspenses que a gente vê e não esquece nunca mais na vida, a história permite imersão, todos os atores estão muitíssimo bem em seus papéis (esse Paul Dano é assustador) e a fotografia, que prioriza cores frias e ambientes escuros, é digna da indicação ao Oscar. É realmente uma pena que o final tenha sido tão mal executado ao ponto de gerar esse tipo de especulação, o que, acreditem, depois de mais de 2 horas de dedicação, fazem a gente sentir-se um pouco decepcionado.

Os Suspeitos - Cena 2

Anúncios

»

  1. Fala meu querido. Gostei bastante das atuações os atores, achei meio que arrastado o roteiro, em algumas cenas. Mas é muito bom. Gostei muito do final, não esperava por aquilo, A parte dos ultimos minutos eu deduzi que (o wolverine eheheh) ele deve ter desmaiado la dentro, pela perda de sangue e acordado naquela momento e achado o apito, bem naquela coisa de… Tipo, coincidencia ou obra do destino. Show.

      • Ando meio sem tempo pra ver filmes, infelizmente. Mas, ja estou voltando. Geralmente, quando voce posta sobre algum filme aqui, so vou ve-lo meses depois. eehehehh
        Agora so dvd, cinema ta bem dificil de ir.

  2. Pingback: O Abutre (2014) | Já viu esse?

  3. Pingback: Sicario: Terra de Ninguém (2015) | Já viu esse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s