Imortais (2011)

Padrão

Um amigo me enviou o trailer desse Imortais pelo MSN e eu lembro perfeitamente de assistir até o ponto onde um bombado qualquer arremessava uma lança no peito de um infeliz. Após isso, fechei a página do Youtube, classifiquei mentalmente o filme como “genérico” e esqueci-o completamente. Dia desses eu estava no cinema (salvo engano, vendo o Protocolo Fantasma) e eis que de repente começa novamente o tal trailer. Tendo apreciado o mesmo até o final, não posso dizer que fiquei empolgado ou mudei de opinião, mas algumas informações e cenas despertaram minha curiosidade.

  • O tal bombado com a lança é o Henry Cavill, o escolhido pelo Zack Snyder para ser o próximo Super Homem.
  • Ainda sobre o Snyder, a equipe de produção de Imortais é a mesma do 300, filme que colocou o diretor no mapa.
  • O vilão é interpretado pelo Mickey Rourke. O Mickey Rourke é legal.
  • A cena da batalha no céu é tão, mas tão absurda que eu fiquei  curioso para saber como ela justificaria-se dentro do filme.

Dito isso tudo, fui no cinema para ver a pré-estréia do Cavalo de Guerra. Não, isso não é uma piada nonsense, eu realmente queria ver o novo filme do Spielberg mas, como não tinha sessão naquele dia, o Imortais surgiu como única opção e eu finalmente me rendi.

A trama: Rei Hyperion (Rourke) perdeu a família e revoltou-se contra os deuses. Ele e seu exército composto por membros do Slipknot passam então a procurar pelo Arco de Epirus, arma capaz de libertar os Titans (falar UNLEASH THE TITANS! é MUITO legal), inimigos de longa data de Zeus e cia. Nesse cenário, Teseu (Cavill) é um dos únicos humanos capazes de fazer frente a Hyperion e sua vingança.

Pontos positivos: Como era esperado, o Mickey Rourke dá show (ele me lembrou o Brando enquanto comia aquela fruta dizendo suas frases de efeito), as lutam herdam as belas câmeras lentas, coreografias e violência explícita do 300 (tem dedada no olho e puxão na boca!) e há uma cena de nudez da Freida Pinto (ou de uma dublê de corpo igualmente favorecida) sensacional.

Pontos negativos: Como também era esperado, mutilam o Mito de Teseu ao ponto do mesmo tornar-se apenas uma sombra daquilo que os livros nos contam, a narrativa e os personagens são previsíveis e os Titans … meus amigos, não há palavras para descrever tamanho desastre! A Disney fez Titans melhores e mais assustadores… a Disney!

O veredito: Imortais não é tão ruim quanto eu pensei que poderia ser quando vi o trailer pela primeira vez mas nem por isso deixa de ser genérico e, assim como Fúria de Titans, perde a oportunidade de fazer algo bacana sobre a mitologia grega, tema que, graças ao senhor Masami Kurumada, todo mundo gosta um pouco.

Isso são Titans…

 

… e isso são figurantes de clipe do Michael Jackson.

Anúncios

»

  1. É fã do Rourke? Provavelmente ja deve ter visto ”O Lutador”, mas se não fica a dica.(uma critica desse filme seria bem vinda)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s