I’m Still Here – O Ano Perdido de Joaquin Phoenix (2010)

Padrão

AVISO: ALGUMAS INFORMAÇÕES DO TEXTO PODEM ALTERAR SIGNIFICATIVAMENTE A EXPERIÊNCIA DE ASSISTIR O FILME.

Brasileiro está acostumado com o anúncio de aposentadoria de famosos. Praticamente toda semana temos um jogador de futebol abandonando os campos ou uma atriz pornô dizendo que não fará mais filmes. Também é normal que na semana seguinte eles mudem de opinião, então ninguém dá mais crédito para esses anúncios. A situação muda um pouco quando trata-se de Hollywood. Com carreiras mais longas do que a dos jogadores de futebol (claro que sempre teremos o River Phoenix e o Romário para contradizer essa afirmação) e mais exposição na mídia do que as atrizes pornô (sim, eu conheço a Paris Hilton), os atores hollywoodianos sempre causam polêmica e despertam o interesse do público quando anunciam uma pausa ou o fim definitivo da carreira. Marlon Brando, por exemplo, não conseguiu escapar dos fotógrafos e ter paz quando, na década de 80, interrompeu a carreira e mudou-se para uma ilha na Polinésia Francesa. Recentemente, tal situação repetiu-se com o ator Joaquin Phoenix. Ou pelo foi nisso que ele o diretor Casey Affleck fizeram o mundo acreditar.

Joaquin Phoenix anunciou o fim da carreira em 2008 dizendo que queria dedicar-se a carreira de músico de hip-hop. Contradição em termos? Madness?! O que parecia apenas uma brincadeira começou a ganhar força quando o ator mudou radicalmente o visual e iniciou o processo de gravação do que dizia ser seu primeiro álbum. Com poucas e bizarras aparições públicas, Joaquin (que agora adotara o nome J.P) virou motivo de piada e foi crucificado publicamente após uma participação no Late Show With David Letterman onde ele pediu para ser levado a sério. O processo de implosão foi registrado pelas câmeras do ator e diretor Casey Affleck para um documentário. I’m Still Here – O Ano Perdido de Joaquin Phoenix é o resultado desse registro, mas não, ele não é um documentário.

O que ficou claro nas entrevistas de Casey e Joaquin para promover o filme (e que algumas pessoas já haviam desconfiado) é que J.P nada mais era do que um personagem que o ator interpretou “fora” das câmeras. Phoenix, que foi indicado a 2 Oscars por suas interpretações em Gladiador e Johnny e June, leva ao extremo o processo de preparação e imersão no papel ao viver publicamente a vida do personagem criado para o filme. Buscando uma análise da relação entre o artista e a mídia, ator e diretor explicitam a artificialidade que cerca o mundo das celebridades. O efeito de realidade pretendido pela dupla rende várias participações especiais (destaque para o humor nonsense do encontro com o Ben Stiller) e faz uso de recursos questionáveis como as cenas de nudez e a “famosa” cena das fezes, mas aqui até a polêmica trabalha favoravelmente em um contexto onde busca-se o fim das aparências.

 O sentimento de que o ator enganou todo mundo varia dependendo do quanto o espectador dá importância para o que as celebridades falam, o que, aliás, é um dos alvos de ataque do roteiro. Como prefiro me atentar mais ao que elas fazem (no caso, atuar) sou só elogios para o Joaquin Phoenix, sem dúvida alguma ele interpretou um dos papéis mais arriscados da história do cinema e saiu-se muitíssimo bem.

Anúncios

»

  1. Lucian, o cara parece comigo mais por suas atitudes e estilo de vida do que pela aparência em si. Fica a dica.

  2. Nossa, eu sou fã dele. Assisti a quase todos os filmes dele, achei estranha as atitudes dele mas fã que é fã nunca perde a esperança né? rs. Espero que ele volte a atuar como antigamente.

  3. I really liked reading your post!. Quallity content. With such a valuable blog i believe you deserve to be ranking even higher in the search engines 🙂

  4. Pingback: Medo da Verdade (2007) « Já viu esse?

  5. Pingback: O Mestre (2012) « Já viu esse?

  6. Pingback: Ela (2013) | Já viu esse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s