O Que É Isso, Companheiro? (1997)

Padrão

No A Vida de Brian, o grupo inglês Monty Python tira sarro com grupos políticos de esquerda.O esteriótipo que eles usam para as piadas é o do militante que muito fala e pouco faz, da teoria que não é acompanhada pela ação ou que não tem resultados práticos. Independentemente do posicionamento político de quem assiste, as piadas são excelentes, mas o assunto ao qual elas se referem é muito mais complexo quando tratado seriamente: em governos ditatoriais, como aquele iniciado no Brasil em 1964 pelos militares, qual deve ser o papel da oposição? Em um contexto onde suprimem as liberdades individuais, censuram a imprensa e torturam os opositores, é possível agir apenas através dos meios democráticos ou é necessário e legítimo pegar em armas contra o governo ditatorial? O Que É Isso, Companheiro? coloca ainda mais uma pergunta: vale a pena arriscar a vida em nome dessa luta?

No filme dirigido pelo Bruno Barreto, já se passaram 5 anos desde o golpe militar e o cerco aperta cada vez mais para aqueles que fazem oposição a ditadura. Arthur (Eduardo Moscóvis), Fernando (Pedro Cardoso) e César (Selton Mello) são amigos que já perceberam que passeatas com cartazes não melhorarão a situação do país. Enquanto Arthur é dono de um discurso mais moderado e cauteloso, Fernando e César querem se envolver com alguma milícia urbana para lutar contra o governo. Essa diferença de posicionamento separa os amigos e coloca César e Fernando em contato com o Movimento Revolucionário 8 de Outubro, o MR8, onde eles conhecem Marcão (Luís Fernando Guimarães) e Maria (Fernanda Torres) e planejam sequestrar o embaixador norte-americano para iniciar um processo de negociação com os militares.

O Que É Isso, Companheiro? recorre a lugares comuns da produção cinematográfica nacional sobre a ditadura militar, como mostrar as torturas de presos políticos pelas mãos de militares que escondem-se atrás da desculpa de estarem apenas cumprindo ordens para cometer uma série de abusos e crimes políticos. O mérito do filme do Bruno Barreto está na forma como a oposição e os grupos de resistência são retratados. Fugindo da tradicional visão da luta do bem contra o mal, o filme mostra um grupo desorganizado, que comete vários erros e cujos líderes comportam-se de forma tão ou mais reprovável do que aqueles contra os quais eles combatem. Não é coincidência, portanto, que o elenco seja composto, majoritariamente, por atores conhecidos por papéis cômicos. O Que É Isso, Companheiro? é um crítica válida a romantização da luta armada durante o governo militar, feita com uma história interessante e uma boa trilha sonora que só esbarra nas atuações medianas de praticamente todos os atores.

Anúncios

»

  1. Po meu, vc acha a atuação mediana? Eu acho que discordo, faz tempo q vi o filme, mas lembro que eu gostei da autação do Pedro Cardoso e Fernanda Torres principalmente, além daquela branquinha que também estava no grupo.
    Abraço

  2. A outra é a Cláudia Abreu. Sou muito fã do Pedro Cardoso, mas achei as falas dele e do resto do elenco muito travadas, não consigo imaginar alguém conversando daquela maneira, não ficou natural.

  3. Concordo sobre a trilha sonora e com o Gabriel, a atuação da galera foi boa sim. E todo históriador tem q ver esse filme 🙂

  4. Pingback: A Vida dos Outros (2006) | Já viu esse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s