Último Tango em Paris (1972)

Padrão

Antes de começar a escrever fiquei parado um tempo pensando em alguns filmes polêmicos que eu já assisti. Lembrei do Laranja Mecânica, Calígula, Irreversível, Klass e do Brokeback Moutain. O fato é que, de hoje em diante, não conseguirei mais pensar nesse tipo de filme e não lembrar do Último Tango em Paris.

O filme, como o título sugere, acontece na cidade de Paris e mostra o relacionamento de um americano (Marlon Brando) e de uma parisiense (Maria Schneider). Eles se encontram pela primeira vez em um apartamento que coincidentemente os dois queriam alugar e iniciam ali uma estranha relação: eles não devem saber nada da vida um do outro, o relacionamento deve ser baseado exclusivamente no sexo.

Primeiro o assopro, depois o tapa: dizer que o Marlon Brando é um dos melhores atores de todos os tempos (se não o melhor) e que a interpretação dele para o Don Corleone é magnífica é chover no molhado. Agora o que não pode deixar de ser dito é que o que ele faz aqui nesse Último Tango em Paris é aquele tipo de interpretação pela qual tu procura assistir um filme, mais ou menos a mesma coisa que o Heath Ledger fez no Dark Knight , o Deep no Piratas do Caribe ou o Anthony Hopkins no Silêncio dos Inocentes. O “problema”, e poucas vezes precisei tanto usar aspas em uma palavra, é que aqui estamos MESMO diante de um filme “intelectual”, onde ou tu entende o que o diretor está tentando passar com seus personagens e cenas bizarras (a cena da sodomização com margarina é bem conhecida) e curte ou tu irá simplesmente detestar o filme, achá-lo grotesco e ridículo. Mesmo compreendendo o tema e gostando bastante de filmes com diálogos e personagens complexos, devo confessar que, fora a interpretação do Brando, eu achei o filme muito chato. É honrável que um diretor tente imprimir estilo e narrativas complexas em seus filmes, mas NESSE caso em específico eu não gostei NENHUM pouco da forma como foi feito. Não achei nada “de graça” nas cenas polêmicas, achei chato mesmo.

Anúncios

»

  1. Olá!! Obrigado pela visita. Eu ainda estou tomando uma surra para configurar o blog, estpu tentando migrar do endereço http://www.ex-ocioso.blogspot.com para o meu dominio personalizado http://www.ex-ocioso.com.br, mas a luta está muito dificil… agora estou tentando migrar para o wordpress primeiro…

    Seu blog é muito legal, tem alguns filmes que eu já vi… se fosse pra montar minha lista de favoritos nem daria espaço…

    abraços!

  2. Pingback: Os Sonhadores (2003) « Já viu esse?

  3. Pingback: Um Novato na Máfia (1990) « Já viu esse?

  4. Pingback: Professione: Reporter (1975) | Já viu esse?

  5. Pingback: Cinquenta Tons de Cinza (2015) | Já viu esse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s