Memórias de um Assassino (2003)

Padrão

Já vi muita gente torcer o nariz para cinema que não é feito em Hollywood por puro preconceito. Alguns chegam a afirmar que “detestam” os filmes nacionais e se tu avança um pouco no assunto dá para perceber que o conhecimento da pessoa não vai muito além daqueles filmes costumeiramente exibidos pela Globo. Cada um vê o que quer, mas é triste ver esse tipo de opinião porque de certa forma é uma limitação desnecessária que a pessoa impõe a si mesma. Se o cinema nacional encontra resistência, o que pode-se dizer então de um filme feito na Coréia do Sul?

Memórias de um Assassino é um filme baseado em fatos reais  sobre um serial killer sul coreano. Começa  em 1986 e mostra a polícia descobrindo a segunda vítima do assassino, ocasião onde já é possível começar a identificar o “método” que ele utiliza: ele ataca em dias de chuva e suas vítimas são mulheres vestindo alguma peça de roupa vermelha, ele estupra e depois utiliza alguma peça íntima da vítima para enforcá-la. A dupla de investigadores locais, dois homens de métodos violentos, não consegue avançar na solução do caso e então um detetive da capital chega a cidade para ajudá-los.

Como pode ser visto, não tem nada de “cult”, nada com o qual fãs de filmes policiais não estejam acostumados. Memórias de um Assassino merece ser visto por seus méritos, não simplesmente para dar uma chance para o cinema fora de Hollywood: a investigação dos assassinatos e a descoberta de novos detalhes sobre o modos operandi do assassino são muito legais, as consequências que as investigações tem na vida de cada um dos detetives a ponto de quase deixá-los loucos demonstra o cuidado com a construção dos personagens, os atores são bons e a fotografia (não torça o nariz, entenda como “qualidade de imagem”) não deve nada para os filmes americanos. Vale sim pela curiosidade de ver algo feito fora do eixo Brasil-EUA, mas vale mais ainda por ser um excelente filme de serial killer.

Anúncios

»

  1. Não é só um filme sobre serial killer. Sei lá, esse filme é uma obra prima, na moral. Tarantino disse isso, eu digo isso, todos devem dizer. Acho fudido.

    Agora veja oldboy.

    • Nada contra cinemas não Hollywoodianos, desde que o filme seja bom, mas cinema coreano eh foda hein! Vou pensar sobre ele, talvez eu dê uma chance.

  2. Pingback: Mr. Vingança (2002) « Já viu esse?

  3. Pingback: Mother – A Busca Pela Verdade (2009) « Já viu esse?

  4. E o que é real? Pode parecer uma pergunta idiota, assim como o é usar ironia em uma discussão onde tu queira provar um ponto, mas é importante pensar a respeito disso e ler um pouco sobre historiografia antes de usar o anonimato para desmerecer os outros. Todo caso, obrigado pelo comentário 🙂

  5. eu adoro os filmes japonese coreanos chineses da indonesia etc…deixei de gostar dos filmes americanos sabem pq?eh simples filmes americanos so tem putaria sempre tem a parte da bunda do peito seje filme pra criança ou de terror piora ainda mais quando eh comedia…fora que no filme de terror eh sangue pra tudo quanto eh lado…ja os filmes japones coreano eh puro suspense e assusta pra valer sem derrubar uma gota de sangue..rss…sei la gosto eh gosto neh faze oq!!!esse filme ai eh massa muito bom!

  6. Sempre fui fã dos filmes de terror/suspense coreanos e japoneses. Acho os melhores dentro do gênero. Mas nunca tive o prazer, talvez por falta de informação ou preguiça mesmo, de ver um tipo diferente.

    É uma pena mesmo o preconceito que impomos em filmes de “nacionalidade não tão pop”. Aconselho e muito os filmesde terror coreanos, pra quem gosta, é claro. Vai mudar totalmente a mentalidade limitada a Hollywood de muita gente.

    E é sempre bom dizer que MUITOS dos filmes USA são remakes porcos e mal feitos de obras-primas orientais. Mas não têm os rostinhos bonitos de Tom Cruise, Cameron Diaz e a canastrona da Megan Fox (só pra servirem de exemplos).

    Vou obter (lê-se baixar) assim que chegar em casa… Obrigado pela dica.

  7. Pingback: Os Sete Samurais (1954) « Já viu esse?

  8. Pingback: O Hospedeiro (2006) « Já viu esse?

  9. Pingback: Bedevilled (2010) « Já viu esse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s